Enviando email...
ENVIAR

BLOG

Permuta de imóveis: Como funciona e quais cuidados devo ter?
Base Forte
/ Categorias: Permuta de Imóveis

Permuta de imóveis: Como funciona e quais cuidados devo ter?

Permuta de imóveis: Como funciona e quais cuidados devo ter?

O que é permuta de imóveis?
A permuta de imóveis consiste em uma negociação entre duas partes com a finalidade de trocar bens de valores equivalentes. Em alguns casos, a permuta pode envolver o pagamento de uma compensação, que é um valor que cobre a diferença existente entre os imóveis a serem trocados. Os tipos de imóveis que permitem essa transação são casas, apartamentos, terrenos e unidades que ainda serão construídas. Para fazer a permuta, é necessário um acordo entre as partes envolvidas e um contrato que formalize o negócio, que deve ser escriturado.

Principais vantagens de fazer a permuta:
Quando a permuta for acordada sem a necessidade de complementação do valor em dinheiro, a negociação é isenta do Imposto de Renda. Caso haja a compensação, o imposto deve ser pago por quem recebeu o valor. Outra vantagem da permuta é seu processo mais ágil, ideal para quem tem pressa para se mudar e vender seu imóvel.

Quais as desvantagens da permuta?
Uma desvantagem da permuta é o número de opções reduzido, já que nem todos os donos de imóveis estão abertos a esse tipo de negociação. Por conta dos números reduzidos, quem opta pela permuta pode ter que rever algumas prioridades na hora de fechar negócio, como a localização ou algum atributo.

Como deve ser o contrato de permuta?
O contrato é a forma de você se proteger legalmente e evitar problemas no decorrer da negociação e até posteriormente. Para fazer tudo corretamente, recorra a uma escritura pública registrada em cartório. Ela deve conter todos os detalhes da permuta de imóvel, como valor, endereço, dados completos das partes, endereço do imóvel e tributos dos bens. Não se esqueça de especificar quando os imóveis serão devolvidos para seus respectivos donos e garanta que uma vistoria antes da assinatura do contrato seja feita na saída do imóvel. Isso faz com que cada parte receba o imóvel que negociou sem prejuízos.

Cuidados ao fazer a permuta de imóveis:
Antes de fazer uma proposta e assinar um contrato de permuta, existem algumas formas de evitar dores de cabeça e garantir um bom negócio:

• Verifique a documentação dos imóveis envolvidos na permuta: Antes mesmo de agendar sua visita no futuro imóvel, peça todos os documentos que comprovem a situação legal do imóvel.

• Conte com a ajuda de um profissional: É comum que algumas dúvidas surjam no decorrer da negociação de permuta. Para isso, o mais seguro é contar com um profissional capacitado, que pode te orientar e fazer a negociação ser mais tranquila.

• Compare os preços no mercado: Alguns proprietários realizam a precificação de seu imóvel com base em alguns achismos, o que normalmente supervaloriza o bem. Por isso, uma avaliação do imóvel pode ser uma forma de garantir que você adquira um imóvel de valor compatível com o seu atual.

• Entenda os motivos da permuta: Converse com o proprietário do outro imóvel para entender o que motivou a busca pela permuta. Em alguns casos, esse motivo pode acabar te desagradando também.

Essa foi a dica da semana e até mais!
Artigo anterior O que é a taxa Selic e como ela influencia o financiamento de imóveis?
Próximo artigo Em caso de herança, saiba como vender o seu imóvel!
Imprimir
47

Deixe um comentário

Nome:
Email:
Comentar:
Adicionar comentário

Name:
Email:
Subject:
Message:
x